Untitled Document

 



 

Fazenda Figueiredo terá primeira usina fotovoltaica flutuante em propriedade rural no Brasil

A palavra de ordem na propriedade rural do agricultor e pecuarista Luiz Carlos Figueiredo, em Cristalina (GO), é inovação. Basta uma visita rápida pela Fazenda Figueiredo para perceber as intervenções tecnológicas feitas no lugar. A mais nova delas, e que tem gerado grande expectativa para o agropecuarista, é a construção de uma usina fotovoltaica sobre um lago. Esse é o primeiro projeto do Brasil a ser implementado em uma propriedade rural e conectado diretamente à rede de energia.

Figueiredo destaca a agilidade do processo de montagem da usina. “Iniciamos o projeto em novembro de 2016 e em 4 meses já estamos finalizando o projeto”. Ele conta que neste período, além da consultoria da MTEC, empresa responsável pela construção da usina, vários técnicos da França e Alemanha acompanharam o projeto. “Quando eu decidi implantar a usina fotovoltaica na minha fazenda, fiz questão de escolher o que havia de melhor no mercado para que os resultados também sejam os melhores”, afirma.

José Carlos Tormim, engenheiro eletricista e diretor executivo da MTEC Energia, conta que a usina construída na Fazenda Figueiredo apresenta três diferenciais das demais existentes no País. “O primeiro deles é a eficiência; o aumento de geração de energia se deve em função do resfriamento da temperatura dos painéis fotovoltaicos instalados no espelho d’água”. Estudos realizados pela empresa Ciel & Terre International apontam que este tipo de tecnologia gera aproximadamente 14% a mais de eletricidade do que a geração solar em terra ou no telhado.

O segundo diferencial da usina flutuante é que os painéis fotovoltaicos impedem até 70% da evaporação do lago na qual está instalada, além de ocupar uma área que, até então, estava em desuso. O terceiro diferencial é que trata-se de um sistema híbrido. “A usina fotovoltaica na Fazenda Figueiredo foi projetada para trabalhar ligada tanto à rede de energia elétrica, quanto a um grupo motor gerador”, conta José Carlos. Ele explica que quando a rede elétrica estiver fora de funcionamento, ocasionado por queda de energia, o gerador à diesel é acionado automaticamente, e a geração de energia não é interrompida. “Nessa situação, a energia fotovoltaica reduz significativamente o consumo de combustível do gerador”, ressalta.

Na Fazenda Figueiredo foram instalados 1.150 painéis fotovoltaicos, totalizando 304kWp, garantindo uma produção estimada de 50 MWh/mês.  A quantidade de energia produzida na propriedade equivale às necessidades anuais de consumo de mais de 170 domicílios populares brasileiros.

Energia limpa

Já pensou em produzir energia limpa na sua casa ou no seu quintal, garantindo economia e sustentabilidade? Você pode! O funcionamento da usina fotovoltaica é simples e o retorno do investimento é garantido no período de 4 a 6 anos. “E é importante ficar atento ao escolher os produtos para fazer a instalação, pois é um sistema com duração superior a 25 anos”, alerta o engenheiro eletricista.

Dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apontam que até 2024 cerca de 1,2 milhões de geradores de energia solar ou mais deverão ser instalados em casas e empresas em todo o Brasil, representando 15% da matriz energética brasileira e até o 2030 o mercado de energia fotovoltaica deverá movimentar cerca de R$ 100 bilhões.

Segundo o Greenpeace, organização não governamental que estuda e defende o meio ambiente, o Brasil tem plenas condições de chegar a 2050 com uma matriz energética de energias 100% renováveis. Segundo estudo da organização, o cenário de 2050 será de uma revolução energética.

 

Texto:Thalita"revista Irrigo"

 

 


Veja todas as notícias


2018 - Fazenda Figueiredo - Todos os direitos reservados.
Rua A - Quadra 48 - Lote 10 s/n - Setor Noroeste - Caixa Postal 01 - CEP 73850-000 - Cristalina - Goiás - FoneFax - (61) 3612-1480