Untitled Document

 



  

FAZENDA FIGUEIREDO É A 13ª NO TOP 100 EM 2012

O levantamento dos Top 100, realizado desde 2001 pelo MilkPoint, é um estudo que reúne os 100 maiores produtores de leite do Brasil, com o objetivo de conhecê-los e desenhar a geografia do leite no país. O Top 100 2012 teve como base as maiores fazendas leiteiras do ano de 2011 e contou com o apoio das empresas Dow Agrosciences, Elanco Saúde Animal, Kera Nutrição Animal, CRV-Lagoa e Nutron.

Os 100 maiores produtores em 2011 produziram, em média, 2,45% a mais do que os 100 maiores de 2010. O sistema de produção de maior ocorrência entre os 100 maiores foi novamente o confinamento total dos animais, a raça holandesa continua sendo a principal raça utilizada, estando presente em 57% das fazendas e Minas Gerais é o principal estado produtor de leite. O Produtor Orostrato Olavo Silva Barbosa continua liderando o ranking, desde sua criação, com produção diária de 52.054,79.

A Fazenda Figueiredo começou a fazer parte dos Top 100 no ano de 2009, no qual obteve a produção média de 9.312 litros diários, ficando com o 50° lugar. Em 2010 obtivemos 18,41% de crescimento em relação 2009, produzindo uma média de 11.025,90 litros diários com média de 31,95 litros por vaca/dia, ficando em 33° lugar, ganhando assim 17 postos na colocação.

No dia 17 de Fevereiro de 2012 saiu a nova pesquisa, na qual obtivemos uma média diária de 17.035,30 litros, com média de 32,02 litros por vaca/dia, aumentando assim 54,50% na produção. Com isso, ganhamos 20 posições, e a Fazenda Figueiredo ficou com a 13ª colocação no ranking.

A Fazenda Figueiredo teve um aumento médio de 6.009,40 litros diários em relação a 2011, sendo o segundo maior aumento absoluto (kg/dia), ficando atrás somente da Agropecuária Palma, que teve aumento médio de 7.515 litros diários.

Todos que acompanham de perto o trabalho da Fazenda Figueiredo, sabem o quanto foi suado para se alcançar esse feito, foi muito trabalho de toda nossa equipe. Crescemos "sem poder crescer", pois a Fazenda perdeu muitos funcionários, e os que ficaram se desdobraram para fazer todas as operações, até que no final do ano conseguimos normalizar a situação.

Um dia me peguei lamentando as dificuldades da atividade, e me dei conta de como é difícil produzir leite, pessoas são a base de tudo... A todos os produtores eu dou os parabéns, em especial aos que produzem mais de 10.000 litros diários, pois eu sei muito bem o que é isso, tive a experiência de sair de 1.000 litros diários há 6 anos atrás e hoje estar com mais de 18.000 litros. Essa experiência só é possível se houver uma equipe muito sintonizada, com muita dedicação, treinamento, conversa, amizade, companheirismo, e principalmente amor e obsessão, muita persistência, muita sincronização em todas as operações, pois não basta ser bom, tem que ser ótimo. A vaca quer tudo na mais pura perfeição, pois produzir leite é muito mais do que levar a vaca para ser ordenhada, é necessário aceitar todas as dificuldades, todas as intempéries, a falta de apoio político, toda a matemática da atividade e o lucro é o pouco que sobra. Isso é ser produtor de leite no Brasil.

Agradeço a Deus por sempre estar me amparando; ao meu pai e minha mãe por me ensinar a trabalhar no sistema em que fui criado; a minha esposa e meus filhos, pois fecho os olhos e imagino o que seria de mim sem vocês; ao meu irmão, obrigado pela ajuda sempre prestada; a toda a família, muito obrigado por estarem ao meu lado; aos meus funcionários, tudo é possível somente com o esforço de todos vocês; aos meus consultores, espero contar sempre com o apoio prestado; a todos os amigos, fornecedores e clientes, o meu muito obrigado. Por fim, agradeço aos patrocinadores dessa pesquisa e ao MilkPoint, na pessoa do Marcelo Pereira de Carvalho. E parabéns a todos os produtores que estão na lista dos top 100 e também aos que não estão, pois todos nós juntos é que fazemos a pecuária leiteira do nosso país.

 

Texto: Reinaldo Carlos Figueiredo , revisado por Vanessa Bortolanza Figueiredo


Veja todas as notícias


2018 - Fazenda Figueiredo - Todos os direitos reservados.
Rua A - Quadra 48 - Lote 10 s/n - Setor Noroeste - Caixa Postal 01 - CEP 73850-000 - Cristalina - Goiás - FoneFax - (61) 3612-1480