Untitled Document

 



 

REINALDO FIGUEIREDO PARTICIPA DO CURSO DE JULGAMENTO DE BOVINOS DA RAÇA HOLANDESA

Entre os dias 20 e 23 de março, Reinaldo Carlos Figueiredo participou do Curso de Julgamento de Bovinos da Raça Holandesa, que aconteceu junto com o Curso de Reciclagem de Jurados Oficiais da Raça Holandesa, na cidade de Barbacena, Minas Gerais. Promovido pela Associação Brasileira de criadores de bovinos da raça Holandesa, em parceria com a Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais, foi organizado pelo Colégio Brasileiro de Jurados de Pista.

Foram 4 dias de teoria e prática, nos quais todos os participantes puderam, por alguns momentos, ter a experiência de ser um Juiz de pista. Havia em torno de 120 participantes, dentre estes, técnicos de empresas de sêmem, veterinários, criadores e alguns colaboradores.

O dia 21 foi todo de aula teórica, ministrada pelo Juiz oficial da raça holandesa, Claudio Aragon. Todos tiveram a oportunidade de revisar as características de uma vaca leiteira.

A partir do dia 22, as aulas teóricas e práticas, ficaram por conta do Jurado Oficial Canadense, Brian Carscadden, analista de touros da Semex Alliance, e hoje um dos mais respeitados jurados do mundo. Brian nasceu em uma fazenda de leite em Ontário, Canadá, se formou como bacharel em ciência da agricultura, e em seguida foi trabalhar como analista de touros pela associação de gado holandês. Após quatro anos de formado, foi contratado pela Semex Alliance. Antes de se formar, Brian era preparador de gado em exposições para os melhores criadores do mundo, e aqui cabe destacar que há 21 anos atrás ele também esteve em Barbacena preparando animais para o brasileiro Ellos José Nolli. Brian já julgou em mais de 20 países, inclusive nas duas maiores exposições de gado holandês do mundo: a World Dairy Expo em 2008, nos Estados Unidos, e a Royal Winter Fair em 2011, no Canadá. Aqui no Brasil, julgou a Feileite, a Agroleite e a Exphomig.

A técnica de julgar um animal não é tão simples quanto parece. Nos julgamentos, eu sempre observava e pontuava os primeiros e últimos animais das categorias, sempre fiz isso, sem me preocupar com o meio, e esse é o grande detalhe. Às vezes vai até do gosto próprio, pois as diferenças podem ser mínimas, a arte de julgar é a arte de justificar, não se esquecendo de que o tipo ideal é a beleza funcional e não a estética! O poder é dado ao juiz e nesse momento é ele quem decide, o juiz tem que ser claro, falar o que é evidente para que todos vejam, sem fazer show, pois as estrelas são as vacas - isso ficou muito claro para mim.

O curso foi também uma oportunidade de reencontro com muitos amigos. Pude interagir com vários técnicos experientes e juízes renomados, e essa interação é fundamental para o entendimento da teoria e o exercício da prática.

 

Texto: Reinaldo Carlos Figueiredo, revisado por Vanessa Bortolanza Figueiredo


Veja todas as notícias


2018 - Fazenda Figueiredo - Todos os direitos reservados.
Rua A - Quadra 48 - Lote 10 s/n - Setor Noroeste - Caixa Postal 01 - CEP 73850-000 - Cristalina - Goiás - FoneFax - (61) 3612-1480